Condutas  conservadoras

Saber se Relacionar é fundamental para a Democracia

 1-  Diga “por favor” e “obrigado”. São palavras que fazem diferença na convivência.

 2- Sorria! Para qualquer pessoa que você interagir!. Isso deixa a vida mais leve!

 3- Segure a porta para quem estiver atrás de você. É um gesto de gentileza.

 4- Procure atender ligações em lugares mais isolados. Pode ser inconveniente obrigar

     as pessoas ao seu redor a escutar a sua conversa.

 5- Tolere mais o comportamento das pessoas. Mesmo que você se depare com alguém

     de mau-humor, tente não se importar. Ele pode ter motivos pessoais para estar assim.

 6- Agir de maneira grosseira só perpetua sentimentos ruins.

 7- Olhe para a pessoa que está conversando com você. É um gesto essencial para uma boa       comunicação!

 8- Fale com o Coração, as pessoas entenderão melhor o que voce quer transmitir.

 9- Aprenda o nome das pessoas. Elas se sentirão mais relevantes e presentes, você                 pode melhorar a sua socialização.

10- Nós temos dois ouvidos e uma boca, saiba ouvir mais do que falar.

11- Escreva notas de agradecimento. É uma maneira de demonstrar carinho e atenção às             pessoas que você gosta.

12- Não utilize o seu celular durante as refeições. Interaja com a família e os amigos.

13- Seja pontual. Não é legal deixar as pessoas esperando por você, corresponda-as.

14- É preciso que você confirme a sua presença, para que o dono da festa possa

     organizar a melhor o evento.

15- Pergunte antes de postar. Nem todo mundo gosta de aparecer nas redes sociais.

16- Não faça muito barulho no trabalho. Fale baixo, desligue o toque do celular e seja

     uma boa companhia.

17- Cumprimente as pessoas. Nada como um aceno com mãos e um contato visual.

18- Não leve para o trabalho comidas com cheiro forte. Lanchinhos na copa estão liberados.

19- Use a seta de direção do carro. É imprescindível para evitar acidentes no trânsito.

20- Lave as mãos depois de usar o banheiro. Higiene em primeiro lugar!

21- Mantenha o seu carrinho de supermercado nos cantos do corredor. No centro, as pessoas

     precisam passar. Não interrompa o fluxo.

22-Pergunte como a pessoa gosta de ser chamada. Não é fácil descobrir como alguém gosta

     de ser chamado: pelo primeiro nome, por “você”, por “senhor”. Por isso, pergunte sempre

     para evitar constrangimentos.

23- Lave os objetos que você usar. Isso vale para todos os lugares em que você for.

24- Espere um dia antes de responder um e-mail desagradável. Refresque a cabeça e pense

      antes de agir.

25- Depois de usar uma cadeira, coloque-a de volta no lugar. Não deixe para uma outra

      pessoa fazer.

26- Pergunte ao anfitrião antes de levar alguém para uma festa. Não presuma que todo                mundo está convidado automaticamente.

27- Quando estiver doente, fique em casa. Melhor prevenir e evitar que seus amigos

      fiquem doentes também.

28- Bata na porta antes de entrar. Garanta que é um bom momento para você conversar.

29- Lembre sempre das regras de etiqueta nas refeições. Não mastigue de boca aberta!

30- Dê seus pêsames às pessoas que estão de luto. Um “sinto muito” pode ter um grande

      significado.

31- Deixe as pessoas saírem do elevador, metrô, ônibus, antes de você entrar. Respeite a

     ordem natural das coisas.

32- Ensine boas maneiras para seus filhos. E seja um exemplo a ser seguido.

33- Desligue o seu celular no cinema. Não perturbe a sala toda no meio do filme.

34- Ajude as pessoas que estão com dificuldade. Quando uma pessoa baixa estiver tentando

      pegar algum objeto numa prateleira alta, pegue para ela!

35- Ofereça comida. Para qualquer pessoa! Com certeza ela vai ficar contente.

36- Limpe os instrumentos da academia depois de usá-los. O próximo usuário agradecerá.

37- Seja vaidoso, mas dentro de casa! Não penteie os cabelos, não faça as unhas e nem use

      fio dental em público.

38- Não introduza assuntos polêmicos em festas. Lembre-se que o momento é para                     comemorar, não para discutir.

39- Aprenda a perdir “desculpas”. É impossível ser perfeito a todo momento.